September 10, 2009

Resultado da enquete sobre programas CFD

O resultado de nossa enquete sobre "Qual o programa que usualmente utiliza para resolver seus problemas em CFD ?" segue reproduzido abaixo.

Ansys CFX
13 (30%)
Ansys Fluent
3 (6%)
OpenFOAM
9 (20%)
CFX e OpenFOAM
4 (9%)
Fluent e OpenFOAM
3 (6%)
CFX e Fluent
7 (16%)
Outro programa comercial
0 (0%)
Outro programa livre
0 (0%)
Código completamente próprio
4 (9%)


Eu posso escrever esse resultado de outra forma: Ansys CFX (24 votos), Ansys Fluent (13 votos) , OpenFOAM (16 votos) e Código próprio (4 votos).

Esse resultado impressiona, mas não surpreende:
  • A maioria usa programas da Ansys e o CFX é o líder,
  • Temos muitos usuários do OpenFOAM por aqui,
  • Há aqueles que estão criando códigos do zero.
Perguntas que me faço, são: Qual é seu entendimento do manual do CFX ? Já tentou fazer simulações que produziram resultados muito diferentes do esperado, melhor dizendo, já encontrou muito bugs ? Serão maioria os que fazem simulações transientes ou estacionárias ? Acredito que essas perguntas também são aplicáveis ao Fluent. E quanto ao OpenFOAM, somos usuários ou desenvolvedores ou os dois ? Como cria a malha ?

Também me pergunto o objetivo do código feito do zero. Desenvolvimento numérico ? Resolução de um problema específico que seria mais fácil ou produtivo implementar do zero do que em outro conjunto ? Aqui no lab, os que desenvolveram códigos do zero o fizeram antes do OpenFOAM e/ou tinha objetivo muito diferenciado pela aplicação.

Fiquem a vontade para dialogar pelos comentários.

7 comments:

  1. experiência própria: talvez por usar muito o CFX, tenha me deparado com mais bugs nesse solver; mas, vale aquela regra, nenhum programa é isento de erros...

    ... a diferença é que o openfoam nos tira da posição cômoda de apenas reclamar, nos dando a opção de corrigir um erro por conta própria (o código fonte está lá, disponível); isso, acho, acaba sendo um convite ao desenvolvimento do software;

    aliás, acho, para casos mais complexos, os solvers padrões do openfoam carecem de um ou outro modelo -- assim também temos que codificar programas próprios para sermos usuários de fato (o que, pessoalmente, eu acho bom, por termos ao menos a sensação de ter mais controle sobre o que estamos calculando...)

    em específico quanto à pergunta "como cria a malha?": icem; é o melhor; também me pergunto como criar malhas decentes com programas abertos... tenho alguma experiência com o cae-linux, que provê o salome-meca e o engrid, válidos para malhas tetraédricas, mas... ainda não encontrei nenhum programa legal que crie malhas hexaédricas (a princípio melhores); e mesmo para malhas tetraédricas, o icem ainda é melhor... ah, em tempo: o blockmesh, para geometrias complexas, simplesmente não dá ;)

    abraço!

    ReplyDelete
  2. Caro "anônimo",
    eu não teria escrito diferente.
    é exatamente o mesmo pensamento que eu tenho sobre esses pontos. Da experiência de usar muito o CFX e encontrar muito bugs a tentar encontrar uma forma de fazer malhas decentes com programas abertos.

    Acredito que a única diferença que temos é que eu não me dou bem com o blockmesh nem com quadrados simples (ok, um pouco exagerado, mas antipatia é antipatia, não tem jeito ...)

    Um abraço...

    ReplyDelete
  3. Mitre,
    mudando de assunto, o que tu achas do 'programmers guide' do openfoam? nada contra, mas eu acho-o meio escasso... como pretendo escrever códigos mais complicados, conheces outra fonte de informações alternativa? foruns?

    ReplyDelete
  4. Bem, isso não é exatamente mudando de assunto. Na verdade, é o grande problema.

    O Prof Jasak esteve no Rio a algum tempo atrás lecionando um pouco sobre programação no OpenFOAM.

    A verdade é que até o Luiz, que sabe muito sobre o assunto, descobriu que sabia quase nada sobre o tópico.

    Para quem quer modificar o coração do código, essa é uma aventura ingrata. Eu, apesar da pouquíssima experiência no caso, ousaria dizer que é impossível sem ajuda de alguém que conheça o código para valer.

    Por outro lado, escrever solvers quer usem o coração pronto, não é tão complexo. De fato, há situações onde é muito trivial (para quem leu o manual e estudou os solvers já existentes, claro).

    O fórum do openfoam pode ser um bom ponto para tirar dúvidas e conhecer pessoas. Mas é como eu sempre digo. Fórum é bom para tirar dúvidas tanto quanto para irritar pessoas, use-o amplamente, mas com cuidado de não perguntar o que já foi respondido em outro momento.

    [ ]'s

    ReplyDelete
  5. ahhh, ok; achei que fosse uma tarefa ingrata só para mim, hehe; beleza -- nada de novo, sigo estudando... (e tentando formar um grupo de pesquisas forte ;)

    bom, na verdade tenho também agradecer um pouquinho, porque aquele exemplo do laplacianFoam é bem didático :D

    ReplyDelete
  6. Gurizada, buenas!
    Sobre a pesquisa, não a respondi, mas sou um usuário (estagiário = iniciante) do Ansys CFX.
    Como o custo da licença não é exatamente problema pra Petrobras, o temos e ao Fluent. Ainda nesta semana encontrei problemas com o Pré e alguns inexplicáveis com o Solver.
    Morro de vontade de conhecer e aprender sobre o OpenFOAM, inicei pesquisas e me parece ser algo que pode revolucionar a indústria.
    No CFX, realmente, as vezes temos que driblá-lo.

    Aquele abraço

    ReplyDelete
  7. olá Jonathan,

    engraçado, geralmente o CFX-Pre aceita tudo sem reclamar... mas, realmente, o solver às vezes pode dar erros inexplicáveis, mesmo para usuários ditos avançados;

    enfim, não desanimes -- e dê uma chance ao OpenFOAM, que vale a pena (inclusive porque, mesmo aí na furb, deve ter alguém que mexa com isso ;)

    ReplyDelete